terça-feira, 20 de maio de 2014



Ao poeta, cabe tentar descrever, decifrar o amor...
E, não ser por ele encantado, iludido...

Humberto Santos