domingo, 10 de junho de 2012






O conceito do poema, sempre surge pleno, luminoso
Ao cinzelá-lo, vai-se reduzindo-o, matando sua essência, ao enquadrá-lo ao palatável
Ao final, sobra a carcaça sem vida própria...

Humberto Santos