quarta-feira, 4 de abril de 2012




Houve realmente um tempo, em que os acontecimentos, não tinham a gravidade que hoje possuem?
Ou, essa impressão, é somente a memória de um sonho não realizado?


Nesse tempo, havia serenidade, para dar e receber carinhos descompromissados.
Havia paciência, para ouvir alguém que de mim discordava

Havia solidariedade, onde hoje há disputa...

Houve um tempo, em que, ao planejar o futuro, eu tinha tempo...
Hoje, tenho essa estranha sensação de que houve um tempo, há muito distante, em que eu sorria!

Humberto Santos